Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Versão para impressão Voltar Página inicial

 Notícias

05/11/2010

MENP discute reivindicações da categoria. Falta agilidade para resolver impasses.

Em reunião da Mesa de Negociação Permanente (MENP), Sindiagua e Cagece trataram sobre reivindicações e benefícios da categoria que ainda se encontram pendentes.  Participaram pelo sindicato Jadson Sarto, Linaide Crispim, Haroldo Ribeiro e Antonio de Oliveira. Pela a Cagece: Waleska Gurgel, Maurício Braga e Márcia Girão. Também estiveram presentes os(as) funcionários(as) Maria Ester (representando o grupo C) e Ronaldo Guimarães (Técnicos).
Plano de Cargos e Remuneração (PCR): Sobre o PCR, a Cagece informou que fará estudo para os trabalhadores do grupo C e apresentará resultado até o dia 15 de dezembro. No caso do grupo Técnicos de Nível Médio, o Sindiagua reivindica o nivelamento do salário inicial para todos os trabalhadores enquadrados nessa categoria. Os representantes da Cagece informaram que os processos relativos a este assunto estão tramitando na empresa. Ficou acertado que, no caso dos técnicos de Segurança do Trabalho, os processos serão encaminhados para a Getra que dará parecer até o dia 15 de novembro. Já em relação ao grupo dos Tecnólogos, a empresa informa que os processos ainda estão na PROJU.
Mais uma vez o Sindiagua cobra celeridade no andamento das reivindicações e processos da categoria, especialmente por parte da assessoria jurídica da Cagece. A lentidão em solucionar estas questões tem trazido prejuízos aos trabalhadores.
Participação nos Lucros e Resultados (PLR): Segundo Maurício Braga, assessor da presidência da Cagece, as metas financeiras e relativas ao incremento de ligações estão sendo alcançadas. No entanto, as metas de gerenciamento de resultados só foram atingidas em seis meses (no período de janeiro a setembro). O sindicato reivindica da presidência da empresa que cobre melhor desempenho dos seus gerentes para que o repasse das informações relativas ao gerenciamento dos resultados sejam cumpridos. Esta situação, além de prejudicar os trabalhadores, traz perdas para a excelência na qualidade da gestão tão almejada pela Cagece.
Vale-lanche: A Cagece informou que está reformulando a norma interna SAD 001 que trata do pagamento dos vales-lanche para adequar ao Acordo Coletivo 2010/2011. Será feito um levantamento para identificar os trabalhadores que estão sendo prejudicados com o não recebimento do benefício para que eles sejam ressarcidos.
Vale-transporte: Os trabalhadores que moram em cidades diferentes do local de trabalho devem requerer por escrito da empresa o pagamento do benefício. A partir disso os casos serão analisados.
Horas-extras Sobral: A empresa informou que pagará o benefício após receber dos gerentes que passaram pela unidade os documentos informando as horas-extras trabalhadas. O Sindiagua está cobrando rapidez da unidade e dos gerentes no repasse das informações. A entidade vai se reunir com os trabalhadores de Sobral para analisar a situação.
 

Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Versão para impressão Página inicial Voltar


Sindiagua - Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente do Ceará
Rua Solón Pinheiro, 745, Centro • Fortaleza/CE • CEP 60.050-040  |  Fone: (85) 3254-4097
www.igenio.com.br