Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Versão para impressão Voltar Página inicial

 Notícias

16/01/2013

Assembleia Legislativa aprova criação de cargos na Cagece. Cogerh também realizará concurso

Após 11 anos de luta dos trabalhadores e do Sindiagua, finalmente o concurso público da Cagece começa a sair do papel. No dia 28 de dezembro, a Assembleia Legislativa do Ceará aprovou a mensagem do Governo do Estado que trata da criação de empregos públicos na companhia. Com a aprovação da lei, a Cagece já pode realizar um novo concurso para a empresa. Basta, para isso, lançar o edital, previsto para este mês de janeiro, conforme compromisso assumido pela presidência da empresa junto ao Sindiagua.
“A realização do concurso público é uma reivindicação histórica que sempre foi apresentada pelo Sindiagua junto à Cagece. Em todas as reuniões com a empresa, em nossos informativos e nas campanhas salariais, foi uma demanda cobrada com insistência. Sabemos que o número de cargos criados é insuficiente diante da demanda existente, mas apesar disso e da lentidão, acredito que estamos saindo vitoriosos”, afirma Jadson Sarto, coordenador geral do Sindiagua. Serão 945 vagas, sendo 315 vagas para contratação imediata e mais 630 de cadastro reserva. “Nossa luta continuará sendo para que toda a atividade-fim da Cagece seja executada por empregados de carreira, dando fim ao modelo ilegal de terceirização praticado pela companhia. Convocar todos os aprovados, inclusive os que ficarem no cadastro de reserva, é só o início”, defende Jadson.
Segundo o coordenador geral do Sindiagua, com mais trabalhadores, a empresa sai ganhando. “O atendimento à população deve melhorar. A pressão da opinião pública foi muito importante, pois hoje a Cagece vive uma crise institucional. A imagem da empresa está muito arranhada diante das denúncias de corrupção e da falta d'água no interior e na capital. Uma crise que poderia ter sido evitada se o saneamento fosse tratado com prioridade por este Governo. O concurso, por exemplo, deveria ter ocorrido logo nos primeiros anos de gestão do governo atual. A demora comprova o descaso”, critica.
O Sindiagua cobra celeridade no edital e espera que a lentidão não se repita na convocação dos aprovados, não apenas dos 315 iniciais, mas também de todo o cadastro de reserva. “Esperamos que a Cagece apresente um cronograma para a convocação de todos os 945 aprovados. O Secretário das Cidades afirmou na imprensa que todos seriam chamados até o final do atual governo. Já perdemos muito tempo para realizar o concurso. Espero que o governo demonstre eficiência em todos os prazos e compromissos assumidos a partir de agora”, concluiu Jadson. O sindicato cobra ainda que o edital apresente critérios que valorizem profissionais que já possuem experiência na área de saneamento, como é o caso dos terceirizados que já atuam há vários anos na companhia e que finalmente poderão ter a chance de se incorporarem aos quadros da empresa.

Cogerh
Vitória do Sindiagua e da categoria também se aproxima com o concurso público da Cogerh
Outra importante vitória da categoria será também a realização de concurso público na Cogerh. O concurso, que ainda aguarda edital, prevê a criação de 30 cargos de empregos públicos de Analista em Gestão de Recursos Hídricos – AGRH. Segundo compromisso assumido pela presidência da companhia, todas as etapas do concurso e a convocação dos novos funcionários deverá ocorrer no primeiro semestre de 2013. “Assim como na Cagece, a realização de concurso para a Cogerh é uma luta antiga dos trabalhadores que demorou muito para acontecer. Sabemos que o número de vagas para a Cogerh é muito distante do ideal, e vamos continuar cobrando incremento nos quadros da companhia”, alerta Jadson Sarto.
MENP DISCUTE REIVINDICAÇÕES - Em reunião da MENP, realizada no dia 8 de janeiro, as direções da Cogerh e do Sindiagua, representada por Jadson Sarto, Franciso de Assis e Virgílio César, discutiram o andamento do novo Plano de Cargos e Carreiras – PCC, a implementação do banco de horas, a remuneração variável e o processo para a realização do concurso público da Companhia, que deverá ser realizado no primeiro semestre deste ano.
Em relação ao PCC, a Cogerh informou que está sendo atualizada uma pesquisa dos valores salariais aplicados no mercado e que a última versão da proposta de revisão do PCC está sendo ajustada pela empresa contratada levando em consideração a avaliação feita pelo Sindiagua. Após isso, uma nova versão será encaminhada para análise do sindicato.
Sobre a remuneração variável, a Cogerh se comprometeu em enviar a proposta para avaliação do Sindiagua. A companhia informou que essa proposta deverá ser entregue ao Governo em setembro deste ano.
As promoções de trabalhadores vencidas em julho de 2012 também foram discutidas na Menp. A Cogerh afirmou que irá promover funcionários por antiguidade retroativo a agosto de 2012 e os funcionários por antiguidade da última promoção aplicada.
O ponto eletrônico foi outro assunto debatido. A Cogerh solicitou dos funcionários uma proposta para o funcionamento do ponto, dentro do que prevê a nova regulamentação do Governo Federal que entrou em vigor ano passado.
Na reunião foram feitos os últimos ajustes de redação no ACT 2012/2013. O acordo será encaminhado para homologação.
 

Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Versão para impressão Página inicial Voltar


Sindiagua - Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente do Ceará
Rua Solón Pinheiro, 745, Centro • Fortaleza/CE • CEP 60.050-040  |  Fone: (85) 3254-4097
www.igenio.com.br