Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Versão para impressão Voltar Página inicial

 Notícias

01/02/2013

Nova diretoria da Cagece não paga PLR em fevereiro

Em reunião da MENP, realizada no dia 25 de janeiro, a direção do Sindiagua solicitou da Cagece a antecipação do pagamento da PLR para fevereiro. A antecipação é um desejo comum dos trabalhadores que, todo início de ano, têm gastos financeiros altos com material escolar, IPVA e IPTU.  O pagamento antecipado da PLR representa também a possibilidade de o trabalhador passar o período momino sem apertos financeiros.
A nova diretoria da empresa, porém, ignorou o desejo da categoria e decidiu em REDIR que o pagamento da PLR só será feito no final de março. Questionado sobre qual o motivo de não fazer a antecipação do pagamento, a Cagece alegou a perda de aproximadamente 30% da receita nos últimos meses em que a cobrança da tarifa d'água em Fortaleza e em outras cidades do interior passou a ser feita pela média de consumo.
RETROCESSO - Apesar do ACT 2012/2013 prever que o pagamento da PLR pode ser feito até o final de março, há pelo menos três anos, a antecipação do pagamento para fevereiro vinha sendo realizada pelas diretorias passadas.
A direção do Sindiagua já solicitou uma reunião com a nova diretoria da Cagece para tentar reverter a situação no sentido de atender o pleito da categoria.
 O Sindiagua lamenta a decisão da nova direção da empresa e repudia o fato de o trabalhador pagar o preço por algo que não ele não tem culpa. A nova forma de cobrança da tarifa (e a conseqüente perda de receita da empresa) se deu por uma decisão de gestão da Cagece, tomada após as denúncias de fraudes no contrato da companhia com a Allsan Engenharia, empresa que era responsável pelas leituras de hidrômetros. A empresa está sendo investigada pelo Ministério Público de São Paulo e, por isso, o contrato não foi renovado e uma nova licitação está em andamento.  Como a Cagece não possui funcionários para realizar a leitura (diga-se de passagem, uma atividade-fim da companhia), a alternativa encontrada pela direção da Cagece foi fazer a cobrança pela média de consumo.
Como se vê, não foram os trabalhadores os responsáveis pela situação em que a empresa se encontra. Não deveriam, portanto, ser prejudicados por decisões administrativas e contratos sob suspeita.
PERCENTUAL - a Cagece informou que ainda falta fechar os números relativos ao IANF (Índice de Água não Faturado) de novembro e dezembro para concluir o cálculo do percentual da PLR. A estimativa é de aproximadamente 102%.
 

Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Versão para impressão Página inicial Voltar


Sindiagua - Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente do Ceará
Rua Solón Pinheiro, 745, Centro • Fortaleza/CE • CEP 60.050-040  |  Fone: (85) 3254-4097
www.igenio.com.br