Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Versão para impressão Voltar Página inicial

 Notícias

13/02/2015

Desencantou: pagamento da PLR não será antecipado e diretoria da Cagece contraria categoria às vésperas do carnaval

Em reunião da MENP, ocorrida na última quinta (12/02), a Cagece informou que está aguardando o parecer da auditoria externa para validar e divulgar o resultado do indicador de Margem EBITDA, o que deve acontecer até o final de fevereiro. Por conta disso, o pagamento do benefício só deverá ser efetuado em março, com possibilidade de acontecer na primeira quinzena, segundo a empresa. A direção do Sindicato lembrou que havia uma grande expectativa da categoria de receber o pagamento da PLR ainda em fevereiro, como tem sido feito nos últimos anos, por solicitação do Sindiagua. O presidente do Sindicato, Jadson Sarto, questionou o fato de a Cagece não ter se antecipado para que o trabalho da auditoria fosse concluído em tempo hábil de pagar a PLR ainda este mês. ''Infelizmente, a Cagece demonstrou não estar atenta às necessidades da categoria, especialmente porque início do ano é sempre difícil para os trabalhadores devido às despesas com IPVA, IPTU, material e matrículas escolares, entre outros”, ressaltou Jadson. Ficam as perguntas: será que a política desumana de aposentadoria da Cagece não comprometeu o caixa da empresa e isso pode ter sido um dos motivos para o pagamento da PLR não sair no mês de fevereiro? Será que a empresa está sem caixa? Será que a prioridade é aguardar o novo presidente da Cagece e enquanto isso a categoria é obrigada a esperar?
Além da PLR, a MENP discutiu outros assuntos. Confira a seguir um resumo:

Adicional-noturno – O processo para iniciar o pagamento está na PROJU. A direção do Sindiagua criticou a demora e lembrou que os trabalhadores já acataram a proposta de parcelamento da dívida apresentada pela própria Cagece, o que foi informado oficialmente pelo Sindiagua na última reunião da MENP. “Não há sentido nessa demora, porque a categoria concordou com os moldes da proposta de pagamento feita pela Cagece. Presume-se que a empresa teria feito todos os cálculos e estaria preparada para dar início ao abatimento da dívida”, destacou Jadson Sarto. A Cagece ficou de consultar a PROJU e apresentar um prazo ao Sindiagua nesta sexta (13/02).

Horas-extras – Sindiagua cobrou novamente o pagamento das horas-extras. A Gepes informou que o processo se encontra na Diretoria Jurídica.

Vale-cultura – A Gepes informou que o processo relativo à implantação do benefício está na assessoria de licitação (ASLIC) da empresa. Posteriormente será encaminhado à PGE para iniciar licitação. Sindiagua criticou a demora da implantação do vale-cultura e reafirmou a necessidade de cumprimento do ACT.

 

Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Versão para impressão Página inicial Voltar


Sindiagua - Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente do Ceará
Rua Solón Pinheiro, 745, Centro • Fortaleza/CE • CEP 60.050-040  |  Fone: (85) 3254-4097
www.igenio.com.br