Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Versão para impressão Voltar Página inicial

 Notícias

13/02/2015

Ceará desperdiça 36,5% da água tratada

Em meio a uma grave crise hídrica vivida no País e a pior estiagem dos últimos 70 anos vivida em nosso Estado, ganhou forte repercussão o relatório do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento do Ministério das Cidades. De acordo com o levantamento, 37% de toda a água tratada pelas companhias de saneamento do País são desperdiçados. No Ceará e em Fortaleza o índice de desperdício chega 36,5% e a 43% respectivamente. A cidade com maior desperdício é Caucaia, com 46%.
Os números vergonhosos, especialmente se comparados com outros País do mundo como o Japão (3% de desperdício) e Alemanha (7% de desperdício), reforçam como o saneamento público é tratado com descaso. Tanto descaso (especialmente em período de seca) motivou o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) a, no último dia 2 de fevereiro, enviar ofícios a diversos órgãos públicos no Ceará solicitando planos de ações que possam evitar ou minimizar os problemas gerados pela escassez de água. O órgão requereu ainda da Cagece a realização de ações de vistorias para detectar e combater as ligações clandestinas de esgotos, identificando os responsáveis por tais ações
A direção do Sindiagua lamenta que medidas simples e elementares como uma campanha de uso consciente da água junto à sociedade civil, empresas e indústrias (que contribuiria para evitar o desperdício) sequer tenha sido promovida ainda pelo poder executivo estadual ou federal. Somente agora, no quarto ano de estiagem, o Governo do Estado anunciou que vai adotar a medida. O que deveria ser uma iniciativa de preparação para a seca acaba se tornando uma ação de contingência.
O Sindiagua sempre cobrou a realização da campanhas para economizar água, políticas de reuso de água, além de medidas enérgicas do Governo junto às indústrias e empresa, as principais responsáveis pelo consumo de água. Diante da situação crítica vivida com a seca, há mais de um ano o Sindicato tem feito sua parte ao promover sua própria campanha, com amplo apoio da categoria. A iniciativa tem sido realizada nas redes sociais da entidade e por meio da distribuição de material gráfico educativo.
A direção do Sindiagua volta a cobrar urgência na realização das campanhas de uso consciente da água e aproveita para reivindicar, mais uma vez, do Governo do Estado e das prefeituras a elaboração dos planos municipais de saneamento. A entidade lembra que os municípios que não concluírem seus planos até o final do ano podem perder recursos federais na área do saneamento. A entidade defende a participação da categoria e da sociedade na construção dos planejamentos, com foco na seca, a fim de preparar o Estado para novas estiagens.

 

Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Versão para impressão Página inicial Voltar


Sindiagua - Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente do Ceará
Rua Solón Pinheiro, 745, Centro • Fortaleza/CE • CEP 60.050-040  |  Fone: (85) 3254-4097
www.igenio.com.br