Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Versão para impressão Voltar Página inicial

 Notícias

08/09/2015

NOTA DE REPÚDIO À GESTÃO DO SAAE DE SOBRAL

A direção do Sindiagua vem a público repudiar a declaração dada pelo assessor jurídico do SAAE de Sobral, no dia 20 de agosto de 2015, quando, em entrevista à Rádio FM Paraíso, afirmou de forma leviana que estaria havendo um desvirtuamento da função sindical por conta de denúncias ou ações apresentadas à Justiça contra a atual gestão da autarquia. A declaração atinge, de forma gratuita e desnecessária, todos que fazem parte da direção do Sindiagua.
O Sindiagua reforça que a entidade tem uma rica história de luta em favor dos trabalhadores e do saneamento público. Todos os seus diretores têm agido de forma a defender unicamente os interesses da categoria e um serviço público de qualidade, capaz de oferecer saneamento acessível a toda a população sobralense.
Nos últimos dois anos, o Sindiagua tem encontrado muita dificuldade de diálogo com a atual direção do SAAE. Vários compromissos e prazos assumidos não são cumpridos pela autarquia. Não foram poucas as vezes que se buscou, na base do diálogo e por meio de ofícios, solucionar reivindicações dos trabalhadores, como por exemplo a entrega de EPIs aos empregados, a alteração da descrição do cargo nos crachás dos motoristas (como está previsto em lei 1150/2012) e a implantação do plano odontológico, além de pedido de informações para conclusão do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR). Na última campanha salarial, a categoria foi obrigada a entrar em estado de greve para receber uma proposta de reajuste salarial. Somente com a ação judicial é que se conseguiu, por exemplo, conquistar a realização do concurso público. O Sindiagua, inclusive, segue cobrando a convocação de aprovados para o preenchimento de vagas que continuam em aberto.
A entidade questiona também a afirmação do assessor jurídico do SAAE de que 30% do consumo de água de Sobral são fraudados por pequenos consumidores. Será que as fraudes acontecem somente entre os ditos pequenos? E os grandes e médios consumidores? Por que estes não são colocados no rol dos possíveis fraudadores? Por que colocar a culpa apenas no cidadão comum?
O Sindiagua cobra respeito a sua história e à atuação de seus diretores. É graças a essa história que o próprio diretor-presidente do SAAE, que é filiado ao Sindicato por ser servidor da Cagece, tem direto a vários benefícios conquistados em campanhas salariais passadas.
Por fim, o Sindiagua também cobra respeito à população sobralense que carece de mais investimentos para ter acesso digno ao serviço de saneamento público.
A entidade vai acionar o setor jurídico para tomar as providências cabíveis a fim de preservar a atuação do Sindicato e de sua direção.
 

Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Versão para impressão Página inicial Voltar


Sindiagua - Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente do Ceará
Rua Solón Pinheiro, 745, Centro • Fortaleza/CE • CEP 60.050-040  |  Fone: (85) 3254-4097
www.igenio.com.br