Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Versão para impressão Voltar Página inicial

 Notícias

12/05/2009

CAMPANHA SALARIAL 2009/2010

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES DOS EMPREGADOS DA CAGECE, APRECIADA E APROVADA EM ASSEMBLÉIA GERAL, REALIZADA NO DIA 17 DE ABRIL DE 2.009, DESTINADA ÀS NEGOCIAÇÕES DO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2009/2010.

 

 

CLÁUSULA PRIMEIRA -  REAJUSTE SALARIAL    

A CAGECE reajustará o salário de todos os seus empregados, mediante aplicação, sobre salários vigentes em abril de 2009 no percentual de 34,07% (trinta e quatro, vírgula zero sete por cento), correspondente á defasagem salarial acumulada entre Maio/1999 a Abril/2009, tendo como índice o INPC/IBGE.

 

CLÁUSULA SEGUNDA -   VALE ALIMENTAÇÃO

A CAGECE concederá, a título de auxílio alimentação, 30 (trinta) vales-alimentação por mês, no valor, cada um, de R$28,00 (vinte e oito reais) a todos os empregados.

 

Parágrafo Primeiro - A CAGECE concederá, até o dia 15 de dezembro de cada ano, a título de bonificação natalina, mais 30 (trinta) vales-alimentação.

 

CLÁUSULA TERCEIRA – VALE LANCHE

A CAGECE concederá a todos os seus empregados vale-lanche, no valor, cada um, de R$ 7,00 (sete reais).

 

CLÁUSULA QUARTA  - REEMBOLSO DE MEDICAMENTOS

A CAGECE reembolsará os empregados até o limite de R$ 800,00 (oitocentos reais) por mês, as despesas realizadas e comprovadas por meio de receitas e medicamentos de uso contínuo.

 

CLÁUSULA QUINTA - ANUÊNIO

A CAGECE restabelecerá a gratificação adicional por tempo de serviço, sob a modalidade de anuênio, à base de 1% (um por cento) por cada ano de efetivo exercício.

 

Parágrafo Primeiro.  Fica assegurado, a partir de 1º de maio de 2.009, o acréscimo de 3% (três por cento) para os empregados contratados até 1999.

 

Parágrafo Segundo. Fica assegurado, a partir de 1º de maio de 2.009, o acréscimo de 2% (dois por cento) para os empregados contratados a partir do ano 2.000.

 

Parágrafo Terceiro.  Fica assegurado, a partir de 1º de maio de 2.009, o acréscimo de 1% (um por cento) para todos os empregados da Companhia.

 

 

CLÁUSULA SEXTA -  PARTICIPAÇÃO NOS RESULTADOS(PR)

A Empresa, condicionada ao atingimento de metas a serem estabelecidas pelas partes, pagará, aos seus empregados, a quantia correspondente ao percentual fixado como critério para a sua apuração, o qual incidirá sobre o valor total de duas folhas de pagamento e será distribuída igualitariamente a todos os empregados.

 

Parágrafo Primeiro - No mês de agosto de cada ano, uma Comissão de Avaliação, que será designada para este fim, e da qual fará parte membros da Diretoria Executiva  do Sindiágua, podendo, fazer indicações através do Coordenador Geral, realizará o exame dos critérios (objetivos e subjetivos) de atingimento das metas, a fim de que, constatada a dificuldade no seu atingimento, possa modificá-los.

 

Parágrafo Segundo - O pagamento da PR prevista no caput será  efetuado até final de fevereiro de cada ano.

 

Parágrafo Terceiro - O indicador gerenciamento dos resultados, não será utilizado como peso por ocasião do cálculo do percentual atingido das metas, para fins de pagamento do previsto no caput desta clausula.

 

CLÁUSULA SÉTIMA - PARTICIPAÇÃO NOS LUCROS (PL)

A CAGECE, a partir de 1° maio de 2009, destinará 20% (vinte por cento) dos lucros alcançados no exercício anterior, a ser dividido igualitariamente entre os seus empregados.

 

CLAUSULA OITAVA – AUXILIO MORADIA / AUXILIO TRANSFERÊNCIA

A CAGECE fixará o valor único de R$ 600,00 (seiscentos reais), a ser pago como  Auxílio Moradia, durante todo o período que o empregado permanecer transferido.

 

Parágrafo Primeiro - Fica garantido o pagamento do auxilio moradia, quando tratar-se de medida de interesse da companhia, onde o empregado for transferido do interior do estado para a Capital. 

 

Parágrafo Segundo - O valor pago atualmente, a titulo de Auxilio Transferência, será reajustado em 100% (cem por cento). 

 

CLÁUSULA NONA – REVISÃO DO PCR E SISTEMÁTICA DE PROMOÇÕES:

A CAGECE promoverá revisão do Plano de Cargos e Remuneração - PCR, como também, da Sistemática de Promoções, sendo assegurado ampla participação do Sindiagua, devendo as respectivas revisões ser apreciadas pela categoria, em Assembléia Geral convocada pelo Sindicato.

 

CLÁUSULA DÉCIMA – PLANO DE SAÚDE

A CAGECE pagará a todos os seus empregados e dependentes, 100% (cem por cento) do plano de saúde e plano odontológico, de forma vitalícia, sendo garantido aos trabalhadores a opção de escolha de operadora, contratada na modalidade de credenciamento. O credenciamento de operadora(s) de planos de saúde, será feito pela Cagece ou entidade sindical. Em sendo feito pelo Sindicato a empresa repassará mensalmente a entidade, os valores das faturas para serem pagos.

 

Parágrafo Primeiro – São considerados dependentes do empregado: cônjuge ou companheiro(a) filhos(as) até 38 (trinta e oito) anos de idade, netos, pai e mãe e outros que residirem e dependerem financeiramente do titular; os incapazes cuja guarda lhe for atribuída por decisão judicial; nos casos de adoção, tutela ou guarda, com apresentação de documento comprobatório.

 

Parágrafo Segundo - A Cagece garantirá aos que se aposentaram a partir de janeiro de 2003(por tempo de serviço ou invalidez) de forma vitalícia, plano de saúde custeando 100% do mesmo, sendo extensivo a filhos de idade até 38 anos, como também, aos demais dependentes.

 

Parágrafo Terceiro - A Cagece destinará espaço físico e apoio logístico para programas especializados de forma a permitir o equilíbrio econômico-financeiro do contrato junto ao Plano de Saúde e odontológico.

 

CLÁUSULA DÉCIMA PRIMEIRA  - INDENIZAÇÃO  ACIDENTE

A CAGECE concederá aos trabalhadores que sofrerem acidentes de trabalho e/ou doenças ocupacionais, com afastamento dos trabalhos de, no mínimo, 30 (trinta) dias, uma indenização correspondente a 5 (cinco) vezes o valor do salário nominal.

 

CLÁUSULA DÉCIMA SEGUNDA - AUXILIO FILHO PORTADOR DE NECESSIDADES ESPECIAIS

A CAGECE pagará o valor de R$ 800,00 (oitocentos reais), observando-se as mesmas condições previstas na cláusula 26ª. do Acordo Coletivo 2008/2009, sendo extensivo aos responsáveis que detenham a guarda judicial.

 

Parágrafo Único- A empresa pagará o valor de R$ 480,00 (quatrocentos e oitenta reais), ao empregado aposentado por invalidez, que necessite de cuidados especiais para as atividades do dia a dia.

 

CLÁUSULA DÉCIMA TERCEIRA – AUXILIO CRECHE, EDUCAÇÃO INFANTIL, ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO

A Empresa pagará o valor correspondente a R$ 500,00 (quinhentos reais), para custeio das despesas com creche, educação infantil, ensino fundamental e médio, devidamente comprovadas, por cada filho do empregado, direito que se estende àqueles que comprovadamente detenham guarda judicial.

 

CLAUSULA DÉCIMA QUARTA -  GRATIFICAÇÃO POR CONDUÇÃO DE VEÍCULO

A CAGECE pagará gratificação no valor R$ 500,00 (quinhentos reais) por condução de veículo aos empregados que, habilitados legalmente, estejam exercendo como atividade inerente à sua função a condução de motocicletas, veículos em geral e operação dos equipamentos acoplados aos mesmos. O valor da referida gratificação será extensivo a motoqueiros, supervisores III e IV, coordenadores  e gerentes.

 

 

CLÁUSULA DÉCIMA QUINTA -  SEGURANÇA NO TRABALHO

A CAGECE destinará mensalmente o valor equivalente a 2,5% de suas receitas para suprir as necessidades da Segurança do Trabalhador.

 

Parágrafo Único: Cumprir o dimensionamento no SESMT, conforme NR quatro do MTE.

 

CLÁUSULA DÉCIMA SÉXTA - APOSENTADOS COM CONTRATO DE TRABALHO VIGENTE

A CAGECE garante, nos casos de afastamento do empregado em decorrência de doença ou acidente, cujo contrato de trabalho não tenha sofrido qualquer repercussão de sua aposentadoria voluntária, a percepção do respectivo salário na forma de indenização, durante o período de afastamento, mediante relatório do médico assistente, devendo ser homologado por profissional da empresa.

 

CLAUSULA DÉCIMA SÉTIMA - DIÁRIAS

A CAGECE adotará critérios e tabela própria de valores das diárias, e iniciará com o acréscimo de 50% dos valores praticados, atualmente.

 

Parágrafo Único - Para fins de pagamento da diária, fica assegurado o recebimento do beneficio, caso o empregado permaneça pelo menos 6(seis) horas na atividade ou  viagens com KM igual ou superior a 70km.

 

CLÁUSULA DÉCIMA OITAVA - CONCURSO PÚBLICO

A CAGECE, até o dia 30 de dezembro de 2009, realizará Concurso Público visando a contratação de mão-de-obra em todos os níveis, visando a substituição gradativa de sua mão de obra terceirizada.

 

Parágrafo Único – Fica vedada a contratação de mão de obra terceirizada para ás áreas de atividades fins da companhia.

 

CLÁUSULA DÉCIMA NONA -  VALE TRANSPORTE

A CAGECE fornecerá vales transportes sem nenhum desconto, para todos os empregados que comprovadamente utilizam o serviço urbano e/ou de cidades circunvizinhas.

 

Parágrafo Primeiro. Nas localidades onde não existe sistema de transporte coletivo, a CAGECE deverá compensar, observando o disposto na legislação no que diz respeito à hora “in itínere”, devendo ainda, disponibilizar meios de transporte para seus empregados.

 

CLÁUSULA VIGÉSIMA -  PISO SALARIAL

A CAGECE cumprirá os pisos salariais específicos das categorias profissionais, estabelecidos em lei.

 

CLAUSULA VIGÉSIMA PRIMEIRA - PROMOÇÃO POR TEMPO DE SERVIÇO

A CAGECE garantirá aos empregados contratados a partir de 01/01/2003, na medida em que forem completando 4 (quatro) anos de efetivo exercício na empresa, o direito a uma letra da tabela salarial vigente, nos termos da cláusula terceira, parágrafo primeiro do acordo 2008/2009.

 

Parágrafo Único - Fica garantido aos empregados de carreira, que obtiverem aprovação em concurso público realizado pela companhia, o direito a uma letra por antiguidade, retroativo a seu enquadramento no PCR.

 

CLÁUSULA VIGÉSIMA SEGUNDA - PROMOÇÃO PARA SÊNIOR NIVEL III

A CAGECE garantirá aos empregados contratados na medida em que forem completando 8(oito) anos de efetivo exercício na empresa, o direito de enquadramento no nível III de suas funções, assegurando os mesmos direitos para os demais empregados que completarem 8 anos na mesma função.

 

CLÁUSULA VIGÉSIMA TERCEIRA- ADIANTAMENTO DE FÉRIAS

A CAGECE, a pedido do empregado, fará o desconto do valor correspondente ao adiantamento de férias em até dez parcelas iguais e sucessivas, iniciando o desconto 60 (sessenta) dias após o recebimento dos valores.

 

CLÁUSULA VIGÉSIMA QUARTA -  DAS INDENIZAÇÕES PELA UTILIZAÇÃO DE VEÍCULOS

O empregado que utilizar o seu veículo ou a sua motocicleta para realizar as suas tarefas laborais fará jus à indenização correspondente a R$1,70 (um real e setenta centavos) e R$ 1,00 (um real) por quilômetro rodado, respectivamente.

 

CLÁUSULA VIGÉSIMA QUINTA -  AUXILIO FUNERAL

A CAGECE pagará o valor corresponde a três vezes o piso salarial da companhia no regime de quarenta horas, referente ao auxilio funeral previsto na cláusula décima segunda do ACT 2008/2009.

 

CLÁUSULA VIGÉSIMA SÉXTA - ADICIONAL DE RISCO PARA MOTOQUEIROS

A CAGECE pagará mensalmente 30% (trinta por cento) do salário base da tabela salarial na jornada de 40hs, a titulo de adicional de risco para todos os empregados que executam suas tarefas conduzindo motocicletas.

 

CLÁUSULA  VIGÉSIMA SÉTIMA -  INCENTIVO MOTORISTA

A CAGECE pagará anualmente o valor de  um  salário base, a todos os motoristas da companhia, como premiação,  a título de conservação e disciplina no uso dos veículos.

 

CLÁUSULA  VIGÉSIMA OITAVA – LICENCIADOS  PELO INSS / FGTS

A CAGECE   continuará o recolhendo o FGTS em favor do empregado, nos casos em que estes, estejam licenciados pelo INSS, utilizando-se como base de cálculo a complementação do auxílio doença.

 

CLÁUSULA VIGÉSIMA NONA -  DEPENDENTES QUÍMICOS

A CAGECE manterá convenio com clínicas ou instituições de recuperação de dependentes químicos, voltados á atender seus empregados e dependentes, com o  custeio integral da empresa.

 

CLÁUSULA  TRIGÉSIMA -  PROTETOR SOLAR

A CAGECE fornecerá diariamente aos empregados que executam tarefas de campo, protetor solar a ser prescrito por médico de trabalho da companhia.

 

CLÁUSULA   TRIGÉSIMA PRIMEIRA - GRATIFICAÇÃO DE GERENTE DE NUCLEO

A CAGECE pagará o mesmo valor da gratificação de supervisor IV, a todos os empregados que ocupam a função de Gerente de Núcleo,  independente do número de ligações.

 

CLÁUSULA TRIGÉSIMA SEGUNDA - HORA EXTRA REALIZADAS

A CAGECE pagará o percentual de 75% da hora normal nos dias úteis, e 100% aos domingos e feriados, incluindo translado, por ocasião do pagamento de horas extras realizadas.

 

Parágrafo Único- Em caso de necessidade de realização de horas extras, os empregados que ora estejam recebendo diárias, também,  farão jús ao benefício nos termos assegurado no caput.

 

CLÁUSULA TRIGÉSIMA TERCEIRA- DESIGNAÇÃO PARA CARGOS COMISSIONADOS

A CAGECE se obriga a designar para exercer cargos com funções gratificadas, somente empregados do quadro efetivo da empresa.

 

CLAUSULA TRIGÉSIMA QUARTA - GRATIFICAÇÃO DE TITULAÇÃO

A CAGECE pagará a gratificação dos respectivos percentuais sobre o salário base, a tíitulo de incentivo a titulação e desenvolvimento funcional, aos empregados com doutorado, mestrado, curso de especialização, graduação e ensino médio, devendo os cursos serem autorizados e reconhecidos pelo MEC, conforme especificação a seguir:

 

 

TITULAÇÃO

%

a

Doutorado

25

b

Mestrado

20

c

Especialização

15

d

Graduação

10

e

Médio

5

 

Parágrafo Primeiro - a concessão das gratificações previstas nas letras a,b,c,d,e - são excludentes e correlatas com as funções exercidas, valendo sempre a de maior percentual.

 

Parágrafo Segundo - a concessão da gratificação previstas na letra d, valerá somente aos empregados que entrarem na empresa com níveis fundamental, médio e técnico.

 

Parágrafo Terceiro - Para os casos em que o mesmo empregado, possui dois ou mais cursos de especialização, mestrado ou doutorado, contará apenas um único curso para fins de gratificação.

CLÁUSULA TRIGÉSIMA QUINTA – LIBERAÇÃO DE DIRIGENTES SINDICAIS

Fica alterado para 07(sete) o número de diretores liberados para o sindicato, mantendo-se as demais condições previstas na cláusula décima sétima do ACT 2008/2009.

 

CLÁUSULA TRIGÉSIMA SEXTA - CONTRIBUIÇÃO ASSISTENCIAL

A Empresa descontará dos seus empregados, associados e não-associados ao Sindicato, a título de contribuição assistencial, na folha de pagamento do mês da implementação das cláusulas financeiras do presente acordo, valor correspondente a 1% (um por cento) sobre    as diferenças salariais decorrentes da referida implementação, para os associados; relativamente aos não-associados, o desconto será de 10% (dez por cento).  

 

CLÁUSULA TRIGÉSIMA SÉTIMA – MUNUTENÇÃO DAS CLÁUSULAS DOS ACORDOS ANTERIORES

Ficam mantidas todas as conquistas e vantagens contidas em cláusulas ajustadas em acordos coletivos anteriores, de cujo conteúdo não seja incompatível com as que foram aqui estabelecidas.

 

Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Versão para impressão Página inicial Voltar


Sindiagua - Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente do Ceará
Rua Solón Pinheiro, 745, Centro • Fortaleza/CE • CEP 60.050-040  |  Fone: (85) 3254-4097
www.igenio.com.br