Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Versão para impressão Voltar Página inicial

 Notícias

11/10/2017

CAMPANHAS SALARIAIS: trabalhadores dos SAAEs conquistam avanços

Boa parte das 11 campanhas salariais dos trabalhadores de municípios do interior do Estado foram concluídas. O saldo geral tem sido positivo. Isto porque, mesmo em um cenário de crise hídrica e com inúmeras dificuldades, avanços estão sendo conquistados.
A direção do Sindiagua tem acompanhado e dado suporte necessário, com visitas presenciais, publicação de editais e com a assessoria técnica do setor jurídico e da subseção do DIEESE. “A mobilização da categoria, com o apoio do Sindicato, tem sido fundamental para conseguirmos alguns avanços, dentro de um contexto muito difícil para a classe trabalhadora em todo o País. Sabemos que ainda há muito para alcançar, por isso a nossa atuação tem que ser permanente, mesmo após as campanhas salariais. Precisamos nos unir também para um desafio difícil que é a luta contra a onda de privatizações/PPPs do setor de saneamento que pode chegar não apenas a Fortaleza e ao Cariri, mas a outros municípios”, alerta Jadson Sarto.
Confira, nesta edição do nosso informativo, um resumo das campanhas que se encerraram nos últimos meses. O Sindiagua lembra que está à disposição dos trabalhadores do SAAEs e da SAAEC que ainda continuam na luta em campanha salarial.

CONFIRA UM RESUMO DAS CAMPANHAS SALARIAIS
QUIXERAMOBIM - A diretora Goreti Araújo e o advogado Markes Rafhael fizeram uma visita ao SAAE no mês de maio para ajudar na pauta de reivindicações. A campanha foi concluída com reajuste de 8% no salário e de 10% no vale-alimentação.
ITAPAJÉ - A categoria conquistou um reajuste salarial de 11,28%. A direção do SAAE se comprometeu em fazer um estudo para restabelecer o plano de saúde com coparticipação. Durante a campanha, em junho, a diretora Goreti Araújo e o advogado Markes Rafhael visitaram o município.
IGUATU - Durante a campanha, foram realizadas ao menos três assembleias gerais até a aprovação do Acordo. A direção do Sindiagua ajudou nas negociações, contribuindo para fazer com que a direção da autarquia melhorasse a proposta apresentada originalmente. Ao final, foi conquistado um reajuste de 10% no vale-alimentação, de 7% no salário base e de 5% no adicional de escolaridade para todos os níveis. Também foi conquistado insalubridade de 40% para o pessoal da ETE- Estação de Tratamento de Esgoto e os cursos on-line reconhecidos pelo MEC passaram a ser aceitos na concessão do adicional de qualificação. O presidente do Sindiagua, Jadson Sarto, a diretora Goreti Araújo e o advogado Markes Rafhael visitaram o município, participaram da última rodada de negociação e da assembleia que aprovou a pauta.
CANINDÉ - Os trabalhadores conseguiram um aumento de 10% no salário base, R$ 100,0 de aumento no auxilio educação (agora menor de 18 anos recebe o benefício), R$ 100,00 de aumento no vale-alimentação e regularização do plano de saúde.
MORADA NOVA - reajuste de 7% no salário base e de 10% no vale-alimentação e no auxílio-educação.
Junto com os reajustes, foi aprovado e sancionado também projeto de lei do SAAE que trata da regulamentação do auxílio-alimentação, salário-educação e de assistência à saúde
JAGUARIBE - reajuste do SAAE de 6,58%
NOVA RUSSAS - reajuste salarial de 13%
IPUEIRAS - reajuste salarial de 6,47%
GRANJA - reajuste salarial de 7%. Outra conquista importante foi a aquisição do fardamento e botas pelo SAAE

Categoria cobra avanços em Icó e Ipu.
Os trabalhadores dos SAAEs de Icó e Ipu continuam em campanha salarial. No caso de Icó, a direção da autarquia chegou a apresentar uma proposta de reajuste salarial de 3,98% que foi rejeitada pelos trabalhadores. Em reunião, no dia 13/07, com a direção do Sindiagua, a categoria elaborou uma contraproposta que inclui: reajuste de 7% no salário base, auxílio alimentação, gratificação de função e vale transporte; um aumento no salário educação que passaria de R$66,00 para R$132,00; além de um prazo (até setembro deste ano) para análise da proposta de PCCR. Os trabalhadores aguardam retorno do SAAE.
Em Ipu, a categoria aguarda o agendamento de uma reunião de negociação com o prefeito da cidade.

Desrespeito: Prefeito de Solonópole volta atrás após fechar acordo com categoria
Em Solonópole, aconteceu um fato inusitado. Trabalhadores e Prefeitura tinham fechado acordo da campanha salarial que previa, entre as conquistas acordadas,  reajuste de 25% no salário base e na gratificação incorporada e de 50% no vale-alimentação. A  direção do Sindiagua esteve reuniada, em agosto, com trabalhadores e diretor do SAAE e prefeito, quando foi fechado o acordo. Porém, numa atitude desrespeitosa, o Prefeito voltou atrás. ‘‘É uma afronta. Fica a impressão de que o Prefeito não tem palavra. Esperamos celeridade na solução do impasse! Vale lembrar que o aumento da tarifa na cidade foi de 30%’’, critica Jadson Sarto, presidente do Sindiagua. O Sindicato está analisando os dados enviados pela Prefeitura para tomar providências jurídicas se for necessário.
 

Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Versão para impressão Página inicial Voltar


Sindiagua - Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente do Ceará
Rua Solón Pinheiro, 745, Centro • Fortaleza/CE • CEP 60.050-040  |  Fone: (85) 3254-4097
www.igenio.com.br