Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Versão para impressão Voltar Página inicial

 Notícias

09/02/2018

Reportagem do O Povo prevê que definição sobre projeto de privatização disfarçada de PPP não acontecerá este ano

Reportagem do jornal O Povo, publicada no dia 06/02, informou que a escolha da empresa para possível implantação de uma Parceria Público Privada (PPP) no setor de saneamento, caso aconteça, seria somente em 2019. A matéria lembra que o projeto de implantação de uma PPP no saneamento das regiões metropolitanas de Fortaleza e do Cariri “depende de decisão política, modelagem pelo Governo do Ceará e aval da Assembleia Legislativa” e que “existe a dificuldade legal de fazer a licitação em ano eleitoral”.
“Está claro que o adiamento, se confirmado, mostra que o Governo está preocupado com o desgaste, especialmente em ano eleitoral, e isso não deixa de ser uma pequena vitória do Sindiagua e da categoria, já que as notícias anteriores davam como certa que a definição pela privatização disfarçada de PPP seria tomada em 2018”, avalia Jadson Sarto, presidente do Sindiagua.
Mesmo assim, a direção do Sindiagua segue em permanente luta. Várias ações foram realizadas ano passado, como a audiência pública na Assembleia legislativa com o pesquisador argentino José Esteban Castro, a participação nas greves gerais levantando a bandeira da luta contra a privatização disfarçada de PPP, a publicação de notas e artigos em jornais de grande circulação, a impressão e distribuição de material gráfico, a realização do X Contraec com destaque para o tema da privatização, entre outros. Atualmente, o Sindicato está na coordenação estadual do Fórum Alternativo Mundial da Água (FAMA), evento internacional que acontecerá em março com o objetivo de unir organizações e movimento sociais do mundo todo em defesa da água como direito humano e contra as privatizações/PPP. Além disso, o Sindicato tem recebido apoio de lideranças políticas e está avaliando estratégias de comunicação para ampliar o alcance da luta.
Para Jadson, a repercussão da audiência pública realizada na Assembleia Legislativa em setembro do ano passado demonstra que, “com apoio da categoria e da sociedade, temos força para pressionar o Governo”.
A direção do Sindiagua alerta que, mesmo com esse possível adiamento, os trabalhadores precisam se manter firmes, mobilizados e unidos na luta para retirar definitivamente o Ceará do programa de privatizações/PPP do Governo Temer.
 

Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Versão para impressão Página inicial Voltar


Sindiagua - Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente do Ceará
Rua Solón Pinheiro, 745, Centro • Fortaleza/CE • CEP 60.050-040  |  Fone: (85) 3254-4097
www.igenio.com.br