PRSP: Cagece não acata sugestões do Sindiagua

25

O Sindiagua recebeu da Cagece o detalhamento da proposta de PRSP que a empresa pretende colocar em prática. O documento (que só chegou ao sindicato no último dia 06/03), para nossa surpresa, simplesmente manteve a mesma proposta inicial. Ou seja, as sugestões apresentadas pelo Sindiagua em ofício (013/2012) foram ignoradas pela empresa. Entre as sugestões estavam: concessão imediata de 20 salários nominais; implantação de plano de saúde suplementar, visando a garantia permanente do benefício hoje praticado; garantia de verba indenizatória por compensação de vales-alimentação durante 6 anos; manutenção de reembolso de medicamentos por seis anos; e pagamento de multa rescisória equivalente a 40% do FGTS.
Além disso, ao analisar o contrato de adesão, é possível observar que, em nenhuma das cláusulas, há a garantia de que o trabalhador, em caso de arrependimento, pode desistir de sair da empresa em dezembro de 2012, contrariando a informação que vem sendo divulgada pela Cagece. Ao contrário, a cláusula primeira deixar amarrado o desligamento do trabalhador.
Diante disso, o Sindiagua orienta os trabalhadores a, antes de aderir ao plano, levar o termo de adesão para análise da assessoria jurídica do sindicato. O regulamento do PRSP não prevê prazo para aderir ao plano.