Sindiagua cobra explicações do SAAE de Sobral sobre possível perseguição a trabalhadores sindicalizados

12

A direção do Sindiagua tem recebido reclamações de trabalhadores sindicalizados do SAAE que estão se sentido prejudicados por atos administrativos unilaterais da direção da autarquia, tomados sem qualquer explicação.
A direção do SAAE recentemente removeu servidores (sindicalizados) do setor de Gerência de Serviços de Esgoto para Gerência de Relacionamento (setor de Corte e Religação). Com a mudança, estes empregados terão prejuízos em suas remunerações.
Outra medida no mínimo “estranha” está na avaliação funcional de concursados recém-contratados que estão em estágio probatório. Há trabalhador concursado (e sindicalizado) que, mesmo com formação superior e conhecimento profissional da área do saneamento, recebeu nota zero em sua avaliação.
Os atos da direção do SAAE necessitam de justificativa plausível, caso contrário podem ser interpretados como grave perseguição a trabalhadores sindicalizados que têm participação ativa na vida sindical.
Diante dos fatos, a direção do Sindiagua protocolou ofício no SAAE solicitando explicações formais. O Sindiagua está atento e não aceitará qualquer tipo de assédio moral ou perseguição aos trabalhadores, sejam veteranos ou novatos que, com muito esforço e dedicação, conquistaram o direto de ingressarem no SAAE.