Campanha salarial: Sindiagua e Aegea/Ambiental Crato realizam rodada de negociação

90

Nessa sexta (10) a direção do Sindiagua e representantes da AEGEA/Ambiental Ceará realizaram uma reunião de negociação da campanha salarial 2024. Durante o encontro, o Sindicato defendeu todos os itens da pauta de reivindicações da categoria. A empresa apresentou sua proposta para os seguintes itens:

  • REAJUSTE SALARIAL: 3,71% (INPC), retroativo a janeiro
  • PISO SALARIAL: R$ 1.464,39 (piso nacional + INPC)
  • AUXÍLIO-ALIMENTAÇÃO/REFEIÇÃO: Proposta de R$ 712,80 (reajuste de 8%)
  • PLR: Manter, inserindo na redação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT)
  • PLANO DE SAUDE: Empresa aceitou a reivindicação de custear 80% do plano de saúde para titular, ficando 20% para o trabalhador. Atualmente a empresa custea 70% do plano.

Durante a negociação, o presidente do Sindiagua, Jadson Sarto, reforçou a necessidade de a empresa ter um olhar mais atento às reivindicações da categoria e frisou que é preciso ampliar o leque de benefícios sociais que garantam uma condição de vida melhor para o(a) trabalhador(a). “Sabemos que a relação entre Sindiagua e AEGEA/Ambiental é nova. Esta é apenas a segunda campanha salarial e as demandas não são atendidas de uma vez, mas os trabalhadores têm a expectativa de se sentirem mais valorizados”, reforçou Jadson.
Outra questão abordada pela direção do Sindicato foi a possibilidade de discutir uma unificação da data-base dos(as) trabalhadores(as) da Ambiental Crato e da Ambiental Ceará. “Vamos avaliar isso, porque entendemos que pode ser positivo para todos, além de evitar insatisfações da categoria com discrepâncias salariais e de benefícios entre empregados que são do mesmo grupo empresarial. Essa diferença de tratamento só gera insatisfação e não é saudável para a relação trabalhista”, afirmou Jadson.
O Sindiagua cobrou mais informações sobre as obras feitas pela AEGEA, tendo em vista que a empresa tem recebido um grande volume de financiamento público e é preciso que as metas de saneamento previstas no marco regulatório e no contrato com o poder público sejam cumpridas. A entidade está de olho nessa questão.
A direção do Sindiagua ficou de avaliar a proposta apresentada pela empresa nos próximos dias para decidir qual caminho tomar. Vamos distribuir este informativo e buscar perceber o sentimento da categoria. “Podemos solicitar uma nova rodada de negociação, se for necessário.”, ressaltou Jadson.