Sindiagua e trabalhadores realizam protesto contra política de cortes da Cagece e no setor de saneamento

45

A direção do Sindiagua, juntamente com trabalhadores da área de saneamento, realiza na manhã desta sexta-feira (04/03), a partir das 7:30h, um ato de repúdio à política de cortes no setor, em especial às adotadas pela Cagece que têm causado prejuízos aos empregados e ao atendimento à população. O protesto visa chamar a atenção da direção da empresa e do Governo do Estado para a insatisfação da categoria e cobrar soluções para reivindicações dos trabalhadores.
Entre as medidas adotadas pela direção da Cagece que têm prejudicado a categoria estão o novo adiamento da implantação do Plano de Cargos e Remuneração (PCR), o não pagamento das promoções por mérito e da Participação nos Resultados (PR), a não convocação dos aprovados no último concurso e a redução das horas-extras dos trabalhadores e do uso de veículos da Companhia – que afetam a capacidade de atendimento dos empregados à população.
“O Governo do Estado afirmou que o enfrentamento aos efeitos da seca seria uma prioridade dessa gestão, mas o que temos visto até agora é descaso com a principal empresa responsável pelo abastecimento de água do Estado. Os cortes não afetam apenas os trabalhadores. Prejudicam indiretamente a população porque reduz a agilidade do atendimento da Cagece. Enquanto se cortam direitos dos empregados, aumentam os gastos com assessorias externas. Falta planejamento, respeito aos trabalhadores e falta uma política estadual de saneamento e de convivência com o semiárido”, critica Jadson Sarto, presidente do Sindiagua.
O ato será realizado na Praça do Vaqueiro, em frente à sede da Cagece, no bairro Vila União.