Sindiagua participa do Comitê Integrado de Combate as Secas

20

O Sindiagua, com o intuito de atuar diretamente no desenvolvimento de ações de combate aos efeitos da estiagem, passou a integrar as reuniões do Comitê Integrado de Combate as Secas, coordenado pela Defesa Civil do Estado. Essas reuniões acontecem todas as segundas-feiras a partir das 09 horas. Dentre os participantes destacam-se ainda a CAGECE, COGERH, EMATERCE, ABIN, SRH, CONAB, ARCE e prefeituras.
Ao participar dos encontros o Sindiagua coleta informações sobre as ações desenvolvidas e abre canal de diálogo para que os trabalhadores expressem seus sentimentos e sugestões aos demais integrantes do comitê sobre as políticas que estão sendo adotadas pelo Estado.

No dia 02 de setembro, foi apresentado na reunião a Portaria nº 1133/SRH/2014  que estabeleceu novas regras para solicitação de perfuração de poços profundos. De acordo com a portaria, a prefeitura solicitante tem de apresentar junto ao formulário um estudo geofísico do local. O Sindiagua aproveitou a oportunidade e questionou sobre os pedidos feitos antes da portaria e a SRH informou que todos devem se adequar às novas normas. A entidade criticou a medida por criar mais dificuldades e tornar ainda mais burocrática perfuração dos poços que são escassos no Estado. Os estudos geofísicos são caros e muitas prefeituras na ocasião criticaram a omissão do Estado frente ao problema da seca. A situação é preocupante. O Ceará atravessa seu terceiro ano consecutivo de estiagem e 105 dos 149 açudes públicos estão com volumes inferiores a 30% da capacidade, o que corresponde a 70% dos reservatórios em situação crítica
A direção do Sindiagua, que já desenvolveu uma campanha de uso consciente da água,  tem mantido uma postura ativa nas reuniões do Comitê.