Sindiagua se reúne com trabalhadores do interior

27

A direção do Sindiagua tem dando sequencia à política de visitas ao interior da atual diretoria. Nos últimos dois meses, foram visitados municípios de Morada Nova, Sobral, Banabuiú, Quixeramobim, Ipu, Ipueiras, Nova Russas entre outros.
Em Morada Nova, a direção do sindicato aplicou um questionário com o intuito de conhecer a realidade das relações de trabalho no SAAE para elaborar uma proposta de PCR. Em Banabuiú, o Sindiagua apresentou ofício à direção do SAAE solicitando informações para desenvolver estudo de reestruturação do PCR. Os trabalhadores da autarquia denunciaram atraso no pagamento das horas-extras dos trabalhadores. A assessoria jurídica da entidade encaminhou ofício à direção do SAAE cobrando providências. Se for necessário, o Sindiagua acionará a Justiça do Trabalho.
Em Quixeramobim, após reunião com os trabalhadores, a direção do Sindiagua encaminhou ofício à superintendência do SAAE solicitando informações para elaboração de uma proposta de PCR. Outro assunto discutido foi a criação da CIPA, que será constituída até o final do ano.
O Sindiagua tem cobrado o pagamento da licença-premium em atraso de trabalhadores de SAAEs, entre eles os de Quixeramobim e Ipueiras. As prefeituras têm se negado a pagar o benefício. Já em Ipu, a prefeitura municipal tem se negado a dar o reajuste salarial,alegando o período eleitoral. A assessoria jurídica do Sindiagua lembra que as eleições são estaduais e nacionais, não municipais, não havendo,portanto,impedimento legal para o reajuste. A entidade afirma que entrará com ação judicial para defender os trabalhadores, caso seja necessário.